Estudei Inglês mas não sei nada

Olá my dear,

Sempre escuto de muitos alunos a mesma reclamação. “Eu estudei inglês mas, parece que não sei nada!”  ou ainda “se eu ti vesse que falar agora, não conseguiria, já esqueci tudo!’ Enfim, as reclamações são as ,mesmas. E porque isso acontece?

Primeiro preciso te explicar a diferença entre aprendizagem e aquisição. São abordagens para aprender idiomas. Na primeira tudo é feito de maneira consciente,  o método em si é voltado para as regras gramaticais e listas de vocabulários que devem ser memorizadas. Neste caso o aluno usa seu campo visual para aprender.

Já na aquisição o aprendizado se dá de maneira mais inconsciente, a abordagem é mais vivencial. Neste caso o aprendiz adquire o idioma de maneira mais auditiva e cenestésica e “usa” o idioma desde o primeiro momento, e da primeira frase que aprende.

Qual das duas trará o resultado que você está buscando? Reflita!

E porque me sinto tão inseguro ao falar ,Tia? A resposta para esta pergunta é simple e direta?

Pense comigo! O primeiro idioma que você aprendeu na vida, foi a sua língua mãe certo? Provavelmente Português,e como foi? Dentro de uma sala de aula? Aos 3 anos de idade você sabia o que era uma voz passiva? Uma preposição? Fazia listas para memorizar? Não!

Você apenas ouvia, ouvia, ouvia e depois repetia, repetia, repetia. Foi simples e parece que você não fez nem esforço.

Por isso eu te digo. A insegurança vem da falta de prática!  E que tal colocar em prática comigo, em um final de semana de imersão em inglês?

E como eu faço para me sentir mais confiante e seguro? lembre-se do conselho da tia. A segurança vem do FAZER! Por isso para tirar aquele friozinho da sua barriga, você precisará se expor e encarar a verdade “ainda não sei !” mas, vou aprender!  E é falando, nem que seja sozinho que esse medinho e sensação de esqueci tudo, vai embora!

Veja mais sobre este tema no vid

 

Quer 3 dicas para melhorar seu listening Grátis? CLICA AQUI!

 

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Posts Relacionados