O segredo do Verbo “to be” que você não aprendeu na escola

O verbo to be é uma das primeiras coisas a serem ensinadas quando se estuda inglês. Porém, mesmo com toda a explicação dada sobre o verbo to be durante as aulas, é possível encontrar pessoas que tenham dúvidas sobre como ele funciona mesmo depois de fazer aulas sobre ele.

Saber o verbo to be é muito importante para que seja possível entender toda a base da gramática do inglês. Por esse motivo o verbo to be é um dos assuntos mais procurados relacionados à língua inglesa.

Você quer saber mais sobre o verbo to be, o que é verbo to be e por que aprender verbo to be? Confira aqui!

verbo to be
Como falar o verbo to be. | Foto: Unsplash.

O que é o verbo to be?

O verbo to be é o verbo mais usado no inglês, e ele corresponde aos verbos “ser” e “estar” quando traduzido ao português, e essa é a sua principal função dentro da gramática da língua inglesa. Fora isso, você também pode encontrar o verbo to be como sendo um auxiliar de outro verbo, ou em outros tempos verbais.

Toda essa multifuncionalidade que o verbo to be tem acaba gerando certas dúvidas entre os estudantes, mas que podem ser facilmente resolvidas com alguns exemplos. Fora isso, quando se observa o contexto em que a frase está, é possível identificar qual é o sentido em que aquele verbo to be é apresentado, se é “ser” ou “estar”.

Além desses dois significados, o verbo to be também funciona com algumas variações para se conectar com os pronomes, sendo eles: I (eu), you (você), he (ele), she (ela), it (um pronome que pode ser direcionado a ele, ela ou coisas e animais), we (nós), you (vocês) e they (eles, elas).

Então, falando de forma resumida, o verbo to be é um dos verbos que é mais utilizado dentro da língua inglesa, e sua tradução pode ser tanto ser ou estar em português.

Não existe nenhuma regra para se identificar qual o significado que o verbo to be está apresentando no texto. É necessário compreender qual o significado daquela mensagem que foi expressa como um todo, para só então conseguir entender o que o verbo to be quis dizer naquela frase.

Ele é classificado como um verbo irregular, já que o verbo to be não segue nenhuma regra de formação do passado simples e do particípio passado. Além disso, você pode fazer uso do verbo to be como um verbo principal e também como um verbo auxiliar em alguns tempos verbais.

6 fatos sobre o verbo to be que você não aprendeu!

Veja, aqui, alguns fatos sobre o verbo to be que você talvez não conheça:

Verbo auxiliar 

Uma das funções do verbo to be é também como o verbo auxiliar de outros verbos da oração, que podem estar tanto no passado, presente ou futuro. Preste atenção nos exemplos a seguir para entender melhor como ele funciona.

He is happy (ele está feliz). Nesse exemplo o verbo to be assume a função de verbo principal da oração.

He is cleaning (ele está limpando). Já nesse exemplo, o verbo to be assume a função de verbo auxiliar ao verbo principal, que é “to study”.

Três conjugações 

O verbo to be possui apenas três variações, que são: “am”, “is” e”are”. Portanto:

  • Usa-se o “am” quando o pronome da oração é “I”;
  • Usa-se o “is” quando os pronomes da oração são “she”, “he” e “it”;
  • Usa-se o “are” apenas com os pronomes “we”, “you” e “they”.

Aprender essas variações do verbo to be não é algo complicado, e na verdade é bem simples de entender como elas funcionam e quando podem indicar o uso do verbo to be como “ser” ou “estar”.

Depois de aprender essas variações, chega a hora de aprender as contrações do verbo to be, já que é bem comum encontrar esse verbos de forma contraída, tanto no inglês falado quanto no inglês escrito, e possuem o mesmo significado que a sua forma completa.

Com as contrações, as conjugações ficam:

  • I am: I’m;
  • You are: You’re;
  • It is; It’s.

Forma interrogativa

Aprender o verbo to be significa aprender a fazer perguntas em inglês também. É um processo bem simples, a única coisa que se deve fazer é colocar o verbo to be antes do pronome pessoal da oração, ou seja, só trocar a ordem. Confira os exemplos:

  • You are happy (você é/está feliz), vira “Are you happy?”;
  • He is happy (ele é/está feliz), vira “Is he happy?”;
  • They are happy (eles são/estão felizes ou elas são/estão felizes), torna-se “Are they happy?”.

Forma negativa

Quando se quer usar o verbo to be na forma negativa, é necessário acrescer a palavra “not” após o uso do verbo to be. Veja os exemplos:

  • I am not;
  • They are not;
  • She is not.

É um processo bem simples, basta acrescentar a palavra “not”. Porém, assim como na forma afirmativa, existem contrações presentes nos verbos, com exceção do uso do pronome pessoal I, que é o único que não se contrai. Veja as contrações:

  • You are not: You aren’t;
  • She is not: She isn’t.

Simple present

Quando está no simple present, o verbo to be pode ser conjugado da maneira, a seguir:

  • I am (eu sou/estou);
  • You are (você é/está);
  • He is (ele é/ está);
  • She is (ela é/está);
  • It is (aquilo é/está);
  • We are (nós somos/estamos);
  • They are (eles/ elas são/estão).

Alguns exemplos são:

  • I am hungry: eu estou com fome;
  • You are cool: você é legal;
  • We are playing soccer: nós estamos jogando futebol.

Simple past

Quando se usa o simple past, a conjugação do verbo to be fica da seguinte forma:

  • I was (eu era/ estava);
  • You were (você era/estava);
  • He was (ele era/estava);
  • She was (ela era/estava);
  • It was (aquilo era/estava).

Aproveite essas dicas e fatos sobre o verbo to be e tire as suas dúvidas sobre o verbo tão importante!

Compartilhe este post

Treinamentos

Quer entrar no nosso Grupo VIP?

Clique no botão abaixo para entrar no nosso Grupo VIP do Telegram

Posts Recentes

Veja também